QUEM ESTÁ NA OBRIGATORIEDADE

  • Quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis superiores a R$ 40.000,00;
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou realizou operações em bolsas de valores;

Atividade Rural

  • Obteve receita bruta superior a R$ 142.798,50;
  • Pretenda compensar o ano-calendário 2018 ou posteriores;
  • Teve posse ou propriedade de bens e direitos em 31 de dezembro de valor total superior a R$ 300.000,00, entre outras obrigações;

O QUE LEVAR PARA DECLARAR O IRPF 2019

  • Última declaração;
  • Documentos pessoais (Rg, Título de eleitor);
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de rendimento anual;
  • Extratos bancários específicos para imposto de renda
  • Extrato do FGTS;
  • Dados pessoais e CPF de dependentes acima de 8 anos;
  • Comprovantes de despesas (entidades de ensino, saúde, etc);
  • Comprovante de compra e venda de bens do ano de 2018;

PRAZO

Fique atento:

Todos os contribuintes devem entregar a sua declaração do Imposto de Renda 2019 até o próximo dia 30 de abril, sob pena de pagar multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do devido imposto.

Cronograma de restituições do Imposto de Renda 2019:

  • 1º lote – 15 de junho
  • 2º lote – 16 de julho
  • 3º lote – 15 de agosto
  • 4º lote – 17 de setembro
  • 5º lote – 15 de outubro
  • 6º lote – 16 de novembro
  • 7º lote – 17 de dezembro