Após ficarem fechadas por quase seis meses, as agências da Previdência Social deverão começar o processo gradual de reabertura na próxima segunda-feira, 14. As informações são do Instituto Nacional de Segurança Social.

O órgão afirma que, por enquanto, o horário de funcionamento dos postos será reduzido, das 7h às 13h, e que o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários com agendamento prévio pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Prevenção

INSS diz ainda que, como forma de prevenção à Covid-19, providenciou materiais de segurança e higiene, tais como equipamentos de proteção individual (luvas, máscaras, escudos faciais, aventais e toucas), álcool em gel, lixeiras com tampa e pedais (para que não haja contato com materiais descartados) e barreiras de acrílico nos guichês de atendimento.

Protocolos como medição de temperatura na entrada das agências e intensificação da limpeza dos ambientes também foram adotados.

“As agências que reabrirão seguirão todos os protocolos de distanciamento, com a devida sinalização nos pisos e demais orientações. Em cartazes, constarão todos os protocolos de segurança e a sinalização por cor em cada área das agências, alertando segurados e servidores de que, naqueles locais, é obrigatório o uso de determinados equipamentos de proteção”, afirma o órgão.

Greve INSS

As tentativas de retomada do atendimento presencial, que foi suspenso devido à pandemia da Covid-19, já vinham se arrastando há meses. Em meio a resistência e ameaças de greve por parte dos servidores da Previdência, a reabertura chegou a ser adiada pelo INSS sete vezes. Representantes da categoria queixavam-se da falta de segurança e higiene nos postos.

Cristiano Machado, diretor do Sinsprev e da Fenasps (entidades que representam os trabalhadores), diz que a categoria reivindica a manutenção do trabalho remoto e afirma que, caso o INSS mantenha a reabertura para a próxima segunda (14), os servidores avaliam entrar em greve.

“Vamos ter mais uma reunião com o presidente do INSS na sexta-feira (11), apresentando nossos pontos, contrários à reabertura, e a questão da greve sanitária em caso de tentativa de reabertura das agências”, afirma.

“Entendemos que não há uma política séria do governo de controle da pandemia, não há nenhuma vacina ainda que garanta a não contaminação, não é o momento de abrir”, diz o dirigente.

Machado afirma, ainda, que o fechamento das agências do INSS foi importante para o isolamento social e que a reabertura pode atrair um número grande de segurados não agendados aos postos.

“Mesmo com a perspectiva de atender apenas os agendamentos, não temos nenhuma garantia de que os segurados não agendados não irão comparecer, porque muitas pessoas estão com dificuldade de acesso ao Meu INSS, muitas pessoas não conseguiram acessar os direitos, o governo continuou com a política de restrição de acesso aos auxílios”, diz o direitor do Sinsprev.

Atendimento remoto

O atendimento, durante o período em que os postos estão fechados, está sendo feito de forma remota, exclusivamente pelo telefone, na Central 135, ou pelo portal Meu INSS e aplicativo para celular.

Enquanto aguarda, o segurado tem, além do telefone e da internet, a opção de atendimento pelo sistema drive-thru, no qual é possível entregar cópias de documentos em urnas colocadas na frente das agências em todo o país.

https://www.contabeis.com.br/noticias/44465/agencias-do-inss-devem-reabrir-nesta-segunda-feira/